Cidade de Porto, 19 de junho de 2024

Prefeitura de Porto promove caminhada alusiva ao Dia do Combate ao Abuso e Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes

A Prefeitura de Porto, por meio das Secretarias Municipais Educação, SEMAS, Cultura, Juventude, Comunicação e Conselho Tutelar, realizou na manhã desta quarta-feira, dia 18 de maio, uma caminhada alusiva ao Dia 18 de maio, com o objetivo de mobilizar e alertar a população portuense, sobre à mobilização de combate e enfrentamento ao Abuso e à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes.

A programação teve início às 7:00 da manhã, com saída da sede do Conselho Tutelar, passando pela Escola Municipal Teresinha Bastos, Praça Tenente Pedro Silva até a Praça Oceanira Bastos, onde escolas e alunos participantes do Prêmio Municipal Dia 18 de Maio foram premiados com brindes e placas. Crianças do SCFV fizeram uma apresentação artística para os presentes.

Aconteceu a culminância do Projeto de “Prevenção e enfrentamento da violência sexual contra crianças e adolescentes”, que contou com a participação de estudantes das escolas das redes municipal e estadual. O Prêmio Municipal Dia 18 de Maio – 1ª. Edição/Ano 2022, selecionou e premiou os  melhores trabalhos desenhos produzidos pelos alunos sobre essa temática.

Quatro trabalhos foram selecionados e os vencedores foram premiados com brindes: 03 bicicletas, aparelho de celular, caixa de som, fone de ouvido e mochila.

1º lugar – E.M. Teresinha Bastos
Serena Lorrany Bastos Mourão
Sofia Maria Marques
Kamylle Vitória Paiva do Carmo

2º lugar – U.E. Otávio Falcão
Yasmim Gleyciane dos Santos Silva

3º lugar – E.M. Edite Lima
Maria Esther Rêgo Santos Valadares

4º lugar – U.E. Otávio Falcão
Francisca Dalila Rodrigues Sousa

O Prêmio Municipal Dia 18 de Maio – 1ª. Edição/Ano 2022 tem por objetivos: fomentar a participação de crianças e adolescentes nas ações de mobilização, conscientização, prevenção e enfrentamento ao abuso e a exploração sexual de crianças e adolescentes; reconhecer e divulgar os melhores trabalhos artísticos e culturais produzidos pelos estudantes da Rede Municipal de Ensino, bem como a dedicação dos educadores envolvidos nas ações de prevenções e enfrentamento à violação dos direitos de crianças e adolescentes

18 de maio
A data foi escolhida como dia de mobilização contra a violência sexual porque em 18 de maio de 1973, na cidade de Vitória (ES), um crime bárbaro chocou todo o país e ficou conhecido como o “Caso Araceli”. Esse era o nome de uma menina de apenas oito anos de idade, que teve todos os seus direitos humanos violados. Ela foi raptada, estuprada e morta por jovens de classe média alta daquela cidade.

 

Gostou do conteúdo? Compartilhe!

Facebook
Twitter
WhatsApp

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR...

ÚLTIMAS NOTÍCIAS